Nutricionista Esportiva e Clínica

Minha foto
Porto Alegre, RS, Brazil
Muito prazer, sou especialista em Nutrição Esportiva e Clínica e membra da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva (ABNE). Meu atendimento une avaliação da dieta atual, avaliação física (% de gordura, % de massa magra), prescrição de suplementos ou nutricosméticos conforme necessidade, plano alimentar individualizado de acordo com os objetivos e acompanhamento. As áreas que me identifico e tenho experiência são: hipertrofia e definição muscular, melhora no desempenho esportivo, tratamentos estéticos para pele, unha, cabelos, celulite, gordura localizada,emagrecimento, saúde intestinal. CRN 2: 11417D

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Qual e o melhor treino para crescer? E para definir?


Vamos por parte…
Músculo não sabe contar…
Como diria Fernando Marques, músculo não sabe contar! O que o professor espera ao lhe dar uma planilha é que ela seja suficiente para lhe causar fadiga – falência total – da musculatura que está sendo trabalhada, pois é essa fadiga que é o estímulo primordial para que o músculo de desenvolva. Se não há fadiga, não há motivo pela qual o músculo tenha que se adaptar, porque a priori, apesar de exercitado, o fato de não levá-lo ao limite faz com que o organismo não sofra o mesmo “dano” metabólico e estrutural que o obrigue a se remodelar de forma a sofrer menos interferência na sessão seguinte de treinamento. O músculo cresce e fica mais forte devido à capacidade do organismo de “perceber” que foi levado até a fadiga completa, mensagem que é interpretada da seguinte forma: vou me modificar para que possa suportar este nível de fadiga e ainda deixar um potencial de reserva – assim como todas as outras funções do corpo. Logo, teu músculo não irá funcionar assim: ‘ Oi Eu sou o senhor muscolino quando quero crescer faço 4 séries de 10 e fico bem fortão!’ ‘Prazer senhor muscolino, eu sou o senhor supercutting e mantenho minhas fibras fazendo 3 séries de 15!’
Meninas é simples! Primeiro que para ‘definir’ você precisa ter o que definir, segundo que para crescer você precisa ter todos os fatores básicos e essenciais trabalhando a teu favor, tais como: Treino consistente, dieta bem elaborada (alimentos sólidos e suplementação) e repouso, a tríade mais famosa em dicas e discussões que permeiam esse tema. Não existe um treino para crescer e um para definir, isso é um mito, e eu acredito que isso tem fundamento em uma coisa bem obvia, porém que passa despercebida muitas vezes: Periodização da DIETA!
Tua massa muscular se desenvolve ‘definida’, ’ fibrada’, ‘ cortada’ etc… O que impede de você, ou eu, ver tais detalhes é a gordura corporal subcutânea. E para ‘limpar’ essa banha só existe um caminho, dieta!
Então a pergunta é respondida de forma clara e objetiva. Ocorre que quando você esta em uma dieta para ‘ganho de peso’ (hipercalórica) você consome um número maior de calorias, e isso faz com que teu corpo trabalhe com uma potencia maior, tua variável de força vai ‘La em cima’, logo você consegue treinar com uma carga maior, automaticamente, trabalhando com menos repetições, não conseguirá estender muito o tempo do treino, isso aliado a dieta hipercalórica, fará com que você tenha um déficit calórico positivo, vocês lembram-se daquela regrinha básica, ‘Para crescer preciso consumir mais caloria do que gasto’?De outro modo quando você esta em uma dieta de ‘cutting’ ou ‘definição’  é natural que tua variável de força ‘caia’, sendo assim, você irá treinar com uma carga menor do que a habitual, podendo explorar um maior número de repetições e automaticamente aumentando teu gasto calórico, logo aqui também volta àquela regrinha básica: ‘Consumindo menos calorias do que o necessário, e trabalhando em uma intensidade maior, você irá ‘perder peso’’ Pois estará em um déficit calórico negativo!
Daí nasceu o mito ‘ 4×10’ para crescer e ‘3×15’ para definir.
O acompanhamento profissional é necessário seja lá qual for o objetivo, para que o ‘espetáculo principal’ não se torne em uma ‘tragédia’ , pois a individualidade de cada uma deve de ser respeitada, para que na fase de ganho de peso, esse não seja em sua grande parte em forma de gordura, e na fase de ‘definir’ o peso perdido não seja na forma de massa magra!
Mas lembrem-se engordar é uma coisa e ganhar massa magra é outra, e definir não é definhar!
Espero poder ter esclarecido e ajudado vocês!


Nenhum comentário:

Postar um comentário